Drive Thru RPG

Metamorfose – Vampiro: A Máscara

04/02/2013

frostbite_clawHoje, temos a Disciplina Metamorfose, traduzida da edição de 20 anos de Vampiro: A Máscara.

A tradução foi feita até o nível 5, e em caso de dúvidas, consulte a edição para mais detalhes.

Metamorfose

Metamorfose permite aos Membros a habilidade mística de manipular sua forma física. Alguns vampiros acreditam que o poder deriva de uma conexão elevada com o mundo natural, enquanto outros consideram-no uma ampliação da marca de Caim. Qualquer que sua base possa ser, aqueles que desenvolvem essa Disciplina podem fazer crescer garras bestiais, tomar a forma de morcegos e lobos, transformar-se em névoa e mesmo mesclar-se a própria terra.

Membros transformados geralmente podem usar outras Disciplinas – vampiros na forma de lobo ainda podem ler auras e se comunicar com outros animais, por exemplo. No entanto, o Narrador pode decidir que certas Disciplinas não podem ser usadas em situações específicas. As roupas do Membro e suas posses pessoais também mudam quando ele se transforma (presumidamente absorvidas dentro de sua própria substância), ainda que armadura e coisas do tipo não forneçam nenhum benefício enquanto estiver transformado.

Vampiros não podem mudar ou transformar objetos grandes ou outros seres; Metamorfose é uma expressão pessoal de poder. Um Membro que foi empalado (o que prende sua alma dentro de seu corpo) não pode se transformar.  No entanto, alguns vampiros acreditam que aqueles que dominaram os níveis mais altos de Metamorfose podem contornar essa limitação.

O Clã Gangrel é bem conhecido por sua maestria de Metamorfose, ainda que outros Membros tenham aprendido alguns segredos da Disciplina desses Cainitas bestiais.

Loja Livro dos Espelhos

1bolinhaOlhos da Besta: O vampiro enxerga perfeitamente bem na escuridão profunda, não requerendo uma fonte de luz para perceber detalhes mesmo no mais escuro porão ou caverna. A Besta do vampiro é evidente em seus olhos brilhantes e vermelhos, uma visão certamente perturbadora para a maioria dos mortais.

Sistema: O personagem deve declarar seu desejo de trazer à tona os Olhos. Nenhum teste é necessário, mas a mudança requer um turno inteiro para se completar. Enquanto manifesta os Olhos, o personagem sofre uma dificuldade de +1 em todos os testes Sociais com mortais, a menos que ele tome precauções para esconder seus olhos (óculos escuros são a solução mais simples). (Um vampiro sem esse poder que esteja imerso em total escuridão sofre penalidade de luta às cegas).

2bolinhaGarras da Besta: As unhas do vampiro se transformam em longas garras bestiais.  Essas garras são perversamente afiadas, aptas a rasgar a carne com facilidade e mesmo a entalhar pedra e metal com poucos problemas.

A Besta é proeminente nas garras também, fazendo delas armas medonhas contra outros imortais. Há o boato de que alguns Gangrel modificaram esse poder para transformar seus caninos vampíricos em presas cruéis.

Sistema: As garras crescem automaticamente em resposta ao desejo do personagem, e podem crescer de nas mãos e nos pés. A transformação requer o gasto de um ponto de sangue, leva um único turno para se completar, e dura por uma cena.

O personagem ataca normalmente em um combate, mas as garras infligem Força + 1 de dano agravado. Outros sobrenaturais não podem absorver esse dano normalmente, ainda que um poder como Fortitude possa ser usado. Adicionalmente, as dificuldades de todos os testes de escalada são diminuídos em dois.

3bolinhaFusão com a Terra: Um dos poderes mais prezados dentro de Metamorfose, Fusão com a Terra permite ao vampiro se tornar um com a terra. O imortal literalmente afunda no chão bruto, transmutando sua substância para se juntar à terra.

Ainda que um vampiro possa se imergir inteiramente no chão, ele não pode se mover nele. Além disso, é impossível se fundir com a terra através de outra substância. Ripas de madeira, asfalto, ou mesmo relva artificial bloqueiam a efetividade de Fusão com a Terra – por outro lado, é um assunto relativamente simples para um vampiro nesse nível de poder fazer crescer garras e arrancar o suficiente do assoalho para expor o solo nu sob ele.

Ao enterrar-se no chão, o vampiro ganha proteção total contra a luz do dia quando estiver ao ar livre. É também o método escolhido por vampiros que desejam dormir por séculos; estes vampiros se trancam no abraço da terra, ganhando força e poder conforme descansam. Membros supersticiosos e paranoicos sussurram que milhares de Anciões dormem dentro do chão e vão despertar quando a Gehenna chegar.

Enquanto estiver enterrado, o vampiro está em um estado transicional entre carne e terra. Sua presença física existe entre o mundo físico e o plano astral. Dessa forma, o vampiro é difícil de sentir, mesmo através de formas sobrenaturais. No entanto, uma interrupção no solo que o imortal ocupa, ou de sua presença no reino astral, faz com que ele retorne imediatamente para o mundo físico (e para o despertar completo), a terra e sujeira sendo expulsas conforme seu corpo desloca o solo.

Sistema: Nenhum teste é necessário, ainda que o personagem deva gastar um ponto de sangue. Afundar na terra é automático e leva um turno para completar. O personagem cai num estado um passo acima do torpor durante este tempo, sentindo seus arredores apenas de forma distante. O jogador deve fazer um teste de Humanidade ou Trilha (dificuldade 6) para o personagem despertar em resposta ao perigo antes de seu tempo desejado de emersão.

Já que o personagem está num estado intermediário, quaisquer tentativas de encontrá-lo (procurar por seu cheiro, sondar por sua aura, viajando astralmente, e assim por diante) são feitos com uma dificuldade de +2. Indivíduos astrais não podem afetar o vampiro diretamente, ao invés disso encontrando uma forma de resistência esponjosa enquanto suas mãos passam através dele. De forma similar, cavar no mundo material encontra terra incrivelmente dura, virtualmente densa como pedra.

Tentativas de violência contra o vampiro submerso de qualquer lado fazem-no retornar ao seu estado físico, expelindo o solo com o qual ele se fundiu em um spray cegante (todos os testes baseados em Percepção tem dificuldade +2 durante o turno). O próprio personagem subtrai dois de sua iniciativa no primeiro turno após sua restauração, devido à desorientação momentânea. Uma vez expelido da terra, o vampiro pode agir normalmente.

4bolinhaA Forma da Besta: Isso dota o vampiro com a lendária habilidade de se transformar em lobo ou morcego. Um Membro mudado dessa forma é um representante particularmente imponente do reino animal. De fato, ele é muito superior aos animais normais, mesmo aqueles possuídos por Subordinar o Espírito. Ele retém a própria psique e temperamento, mas ainda pode recorrer às habilidades da forma bestial – sentidos ampliados para o lobo e voo para o morcego. Os Gangrel têm a reputação de mudar para outras formas animais mais adequados ao seu ambiente – chacais na África, dholes na Ásia e mesmo enormes ratos em ambientes urbanos – um fato que outros Clãs aprendendo Metamorfose não parecem ser capazes de duplicar.

Sistema: O personagem gasta um ponto de sangue para assumir a forma desejada. A transformação requer três turnos para se completar (gastar pontos de sangue adicionais reduz o tempo de transformação por um turno por ponto gasto, com um mínimo de um). O vampiro permanece em sua forma de besta até o próximo amanhecer, a menos que ele deseje mudar de volta mais cedo.

Enquanto na forma animal, o vampiro pode usar qualquer Disciplina que ele possua com a exceção de Necromancia, Serpentis, Taumaturgia ou Vicissitude (assim como qualquer outra que o Narrador decida estar indisponível). Além disso, cada forma dá ao personagem as habilidades daquela criatura. Na forma de lobo, os dentes e garras do vampiro infligem dano agravado de Força + 1, ele pode correr no dobro de velocidade, e a dificuldade de todos os testes de Percepção é reduzida em dois. Na forma de morcego, a Força do vampiro é reduzida para 1, mas ele pode voar a velocidades superiores a 20 milhas por hora, dificuldades para todos os testes de Percepção baseados em audição são reduzidos em três, e ataques contra ele têm uma dificuldade de +2 devido a seu tamanho pequeno.

O Narrador pode permitir ao Gangrel assumir uma forma animal diferente, mas deve estabelecer as habilidades naturais que ela concede ao personagem.

5bolinhaForma de Névoa: Esse poder realmente perturbador permite ao vampiro se tornar névoa. Sua forma física se dispersa numa nuvem vaga, mas ainda sujeita inteiramente à vontade do imortal. Ele flutua num passo veloz, e pode deslizar sob portas, através de telas, cano abaixo e através de outras aberturas minúsculas. Ainda que ventos fortes possam soprar o vampiro para fora de seu curso escolhido, mesmo ventos com a força de um furacão não podem dispersar sua forma de névoa.

Alguns Membros sentem que esse poder é uma expressão do controle absoluto do vampiro sobre o mundo material, enquanto outros acreditam que essa é a alma imortal tornada manifesta (por mais maldita que seja).

Sistema: Nenhum teste é requerido, ainda que um ponto de sangue deva ser gasto. A transformação toma três turnos para se completar, embora o personagem possa reduzir esse tempo por um turno por ponto de sangue adicional gasto (para um mínimo de um turno). Ventos fortes podem empurrar o personagem, ainda que Disciplinas como Potência possam ser usadas para resistir a eles. Vampiros em Forma de Névoa podem perceber seus arredores normalmente, ainda que não possam usar poderes que requeiram contato visual.

O vampiro é imune a todos os ataques físicos mundanos enquanto estiver em forma de névoa, ainda que ataques sobrenaturais o afetem normalmente. Além disso, o vampiro toma um dado a menos de dano por fogo e luz do sol. O personagem não pode atacar os outros fisicamente enquanto estiver nesse estado – isso inclui encontrar com outro vampiro em forma de névoa. No entanto, ele pode usar Disciplinas que não requeiram substância física.

Fonte: Vampire: The Masquerade – 20th Anniversary Edition – páginas 199-200
Imagem: cena do filme Frostbite
Tradutora: Emi
Revisora: Eva

Sobre Colaboração

Artigos publicados por leitores ou ex-autores do blog, que gentilmente colaboraram conosco ao longo dos anos. Artigos de opinião não necessariamente expressam a opinião das autoras do blog; traduções e resenhas têm suas informações checadas.

Ver mais artigos de