Drive Thru RPG

Filhas da Cacofonia – Vampiro: A Máscara

17/01/2013

Filhas da Cacofonia

“Eu ouvi a canção enquanto eu morria. Ela me tirou da escuridão e do frio, e veio aos meus lábios com o sangue de minha mãe-irmã. E agora eu canto, porque acabar a canção seria acabar com todas.”

As Filhas da Cacofonia emergiram como uma linhagem distinta em algum momento do século XIX. Antes disso, claro, sempre houve vampiros que viam a música e a canção como um caminho para manter a sanidade. Membros estudiosos acreditam que as primeiras Filhas nasceram do sangue ou do Clã Toreador (por sua apaixonada busca artística) ou Malkavian (dada sua propensão de causar a loucura), mas seus poderes sobrenaturais apontam mais para o Clã Ventrue. É um ponto algo discutível, à medida que a “primeira” Filha da Cacofonia é desconhecida. Independentemente de suas origens, as Sereias (como são chamadas nos círculos dos Membros) são todas cantoras, e a linhagem sempre foi predominantemente feminina.

Na verdade, as Filhas da Cacofonia baseiam suas não-vidas na canção. Elas peregrinam por toda a eternidade sempre com a música em seus ouvidos, e isso as faz parecer sem foco ou levianas para os outros Membros. Esta é uma das razões, junto com sua raridade, pelas quais nenhuma Seita grande de vampiros as considera uma ameaça ou muito mais que diversão. Alguns Membros, no entanto, podem por ocasião encontrar uma Sereia e se perguntar por quê aqueles que gastam muito tempo ouvindo às suas canções sempre parecem mudados pela experiência.

Apelido: Sereias

Seita: Sereias podem recorrer a qualquer Seita que detenha o poder local. Se questionada, a maioria das Filhas se identificará como independente ou clamaria afiliação na Camarilla.

Compre a edição de 20 anos de Vampiro: A Máscara

Aparência: Uma Sereia pode ser  uma música de rua com roupas de um brechó chique, uma roqueira punk tatuada e com piercing ou uma artista de alta classe com dinheiro e prestígio. Além do fato das Filhas serem mulheres em grande parte, a sua aparência é muito variada.

Refúgio: A maioria das Sereias possui um local silencioso e com boa acústica onde podem cantar sem ninguém ouvir. Por mais que a maioria das Filhas adore se apresentar, preferem ficar sozinhas quando o “show” termina, e assim a aparência de seus refúgios não é tão importante quanto mantê-los em segredo.

Antecedentes: A maioria das Sereias também eram cantoras antes do Abraço. Muito ocasionalmente, uma Filha Abraça alguém que nunca desenvolveu a habilidade de cantar, mas estes descobrem rapidamente seus talentos.

As Filhas não discriminam com base no estilo musical. Cantora de jazz, pária do nu-metal, diva da ópera, cantora sensual de salão – qualquer cantora pode ser uma Sirene.

Criação de Personagem: Atributos Sociais tendem a ser primários. Expressão e Performance são quase sempre altos, e muitas têm Fama. Sirenes que morreram tendo seguidores colhem o benefício de seus fãs (Rebanho).

Disciplinas de Clã: Fortitude, Melpominee, Presença

Fraqueza: As Filhas da Cacofonia ouvem música constantemente. Esta pode ser uma forma de sinestesia, ou pode ser uma alucinação. Esta canção constante distrai as Filhas tanto quanto guia a todas. As dificuldades de todos os seus testes de Percepção são aumentados em dois. Nenhuma Filha da Cacofonia pode ser Prontidão acima de 3 pontos.

Organização: Seus números são pequenos demais para serem verdadeiramente organizadas, mas às vezes as Sereias agem como um. De vez em quando, Sereias de toda parte realizam performances na mesma noite. Elas não necessariamente cantam as mesmas músicas, mas todas as Sereias de vigília cantam exatamente ao mesmo tempo.

Fonte: Vampire: The Masquerade – 20th Anniversary Edition – páginas 398 e 399
Imagem: Vampire: The Masquerade – 20th Anniversary Edition – página 398
Tradutora: Eva
Revisora: Emi

Sobre Eva

Tradutora, revisora, escritora e sonhadora. Anarcafeminista em constante estado de amor e horror com o mundo. Editora no Livro dos Espelhos.

Ver mais artigos de