Drive Thru RPG

Vazios: Conselheiros

05/10/2012

Os Vazios, Artífices da Vontade “góticos” de Mago: A Ascensão, se dividem em dois grandes grupos – os que se colocam ao lado do Conselho, por mais que (ainda, acreditam eles) não sejam aceitos como uma das Tradições, e os que se colocam apenas de seu próprio lado.

Os Conselheiros são os Vazios que ainda se importam, apesar da irritante e teimosa falta de direção que se abateu sobre muito de seus irmãos Vazios. Todos os Vazios, praticamente, concordam que a Tecnocracia realmente é um saco. Com poucas exceções, a maioria dos Vazios concorda que as versões de realidade apresentadas pelos Desauridos e Nefandi são totalmente inaceitáveis. Conselheiros consideram o Conselho das Nove Tradições o menor dos males do mundo mágiko. Estes Vazios mais otimistas acreditam que, se o ensino das altas e poderosas técnicas das Tradições for permitido, isso resultará em uma nova era da mágika.

Compre o Tradition Book: Hollow Ones Revised

Coselheiros honestamente acreditam que a mágika não está se exaurindo – muito pelo contrário. A mágika está mudando a si mesma, e sistemas de culturas esquecidas (caminhos Tradicionalistas antigos) estão perdendo sua validade. Estes muitas vezes “góticos felizes” membros das Tradições veem a si mesmos como heróis na admirável nova fronteira da redefinição da mágika. Eles querem compartilhar este espírito questionador com estes magos Tradicionalistas que, os Conselheiros acreditam, estão se perdendo de seu caminho. Talvez estes Vazios estejam certos. Se for assim, e eles puderem motivar seus irmãos cansados, então, em breve, o Conselho poderá novamente estar em dez… e a Tecnocracia não saberá o que a atingiu.

Estes são os Vazios que funcionam em cabalas com magos Tradicionalistas – ainda que não sejam parte do Conselho, se enxergam como “confrades”, “companheiros de armas” que estão do mesmo lado, a muitas vezes tem uma visão (como não poderia deixar de ser, vindo de Vazios) Romântica do Conselho. Aceitam muitas vezes heroicamente algumas diferenças de tratamento e de benefícios que possam ocorrer, trabalhando pelo bem maior, lutando ao lado dos heróis (em sua visão), permitindo assim que tomem parte na nova definição da mágika, se posicionando abertamente na Guerra da Ascensão ou na simples recusa de que as esperanças tenham acabado.

Fonte: Tradition Book Hollow Ones – página 50
Tradutora e Comentarista: Eva

Sobre Eva

Escritora, tradutora e revisora, bruxa feminista, maga da Dragão Brasil, Oráculo do Livro dos Espelhos e editora da Aster Editora.

Ver mais artigos de