Drive Thru RPG

Os Presas de Prata

30/05/2012

Os Presas de Prata são, antes de tudo, a Tribo dos Reis dos Garou. Ou ao menos assim eles ainda se consideram, apesar de todas as tragédias que se abateram sobre as Tribos e das quais nem os Presas puderam escapar. Consideram a Rússia a sua terra natal, ainda que desde tempos muito antigos estejam envolvidos com a realeza e as famílias nobres de diferentes territórios.

Muito envolvidos com as políticas humanas desde o tempo de Roma, e até mesmo antes disso, nas noites modernas disputando domínios nas cidades com os Andarilhos do Asfalto. Produziu, desde tempos imemoriais, grandes Reis e Rainhas guerreiros poderosos. No passado, os Presas e seus Parentes se casavam entre as casas reais europeias. Nos dias atuais, casamentos políticos ainda ocorrem com membros da nova dinastia mundial – a dinastia não necessariamente hereditária do capitalismo, garantindo assim os domínios que eles tanto desejam para os seus.

Mas como não poderia deixar de ser no Mundo das Trevas, tragédias se abatem mesmo sobre os nobres Presas de Prata. A Casa Uivo Austero, da Inglaterra, foi atormentada por Parentes maculados pela Wyrm, levando à fuga da Rainha Mary. A Casa da Lua Crescente enfrentou diversos problemas com a Revolução Russa e, depois, teve que lidar com a poderosa vampira Baba Yaga e com um poderoso Zmei. A Casa Topete Vermelho Sangue, da Ásia, enfrenta uma baixíssima taxa de natalidade. A Casa Inimigos da Wyrm foi liderada por tempo demais por um rei louco.

Não é de se espantar que outras Tribos, principalmente os Senhores das Sombras (a Tribo Beta da Nação), questionem a liderança dos Presas de Prata.

Compre o Tribebook: Silver Fangs First Edition

Entretanto, a esperança insiste em agitar com novos ares as teias políticas desta velha Tribo. O Rei Jacob Morningkill, reconhecidamente insano, foi assassinado pelo Lorde Arkady Garras-de-Gelo, um Presa de Prata russo (e agente secreto a serviço da Wyrm), que planejava assumir o Trono de Carvalho. Foi quando Jonas Albrecht, que havia sido exilado pelo seu avó louco, desafiou Arkady pelo direito de sucessão ao trono. Com a ajuda de sua alcateia, Mari Cabrah das Fúrias Negras e Evan Cura-o-Passado dos Wendigo, Albrecht recuperou um poderoso fetiche de sua Tribo depois de muitas aventuras e perigos – a Coroa de Prata, maior fetiche dos Presas de Prata e símbolo de sua realeza, desaparecida há séculos. Com ela, Albrecht recuperou o seu direito ao trono e se tornou o rei da Casa Inimigos da Wyrm, que se tornou uma voz dissonante entre a monarquia Garou, chamando as outras Tribos à união contra o Apocalipse que se aproxima. Albrecht e sua Casa passaram a trabalhar junto com as outras Tribos, o que lhe garantiu o respeito da maioria do resto da Nação Garou.

A Tribo valoriza a nobreza de coração e a honra de caráter, a coragem, o cavalheirismo e o domínio de artes de combate. Os valores espirituais são igualmente importantes – a Tribo dos Reis dos Guerreiros de Gaia precisa demonstrar seu poderio nos dois fronts de batalha, de modo que a divisão em Cabanas é a primeira divisão da Tribo, e é o que determina se o Garou vai se dedicar ao combate, à política e  à diplomacia ou aos mistérios, ao ocultismo e aos espíritos.

Cabanas

Dividindo seus Garou entre os que cuidam dos assuntos do espírito e os que cuidam dos assuntos materiais, os Presas de Prata se dividem em duas Cabanas.

  • Cabana do Sol
  • Cabana da Lua

Casas

Compre o Tribebook: Silver Fangs Revised

Como nobres que são, os Presas de Prata se dividem em Casas reais. Cada uma das Casas possui territórios diferentes, embora muitas sejam aparentadas entre si.

  • Casa da Lua Crescente
  • Casa Inimigos da Wyrm
  • Casa Olhos Cintilantes
  • Casa Topete Vermelho Sangue
  • Casa Coração Sábio
  • Casa Coração Inquebrável
  • Casa Uivo Austero

Campos

Embora neguem veemente qualquer tipo de divisão interna para aqueles que estão de fora, os Presas de Prata definitivamente se dividem em campos. Alguns são secretos, e mesmo alguns Garou não sabem da existência de alguns dos campos da Tribo. Os Garou de outras Tribos, após algum tempo de convivência com os Presas, são capazes de notar facilmente os dois campos políticos da Tribo – os Monarquistas e os Conservadores. Entretanto, os demais seguem sendo uma incógnita para os de fora.

  • Monarquistas
  • Renovadores
  • Sacerdócio de Marfim
  • Falcões Cinzentos
  • Mestres do Selo

Artigos – Notícias da Edição de 20 Anos

Fonte: Tribebook Silver Fangs; Tribebook Silver Fangs Revised
Autora: Eva

Sobre Eva

Tradutora, revisora, escritora e sonhadora. Anarcafeminista em constante estado de amor e horror com o mundo. Editora no Livro dos Espelhos.

Ver mais artigos de