Apadrinhe o Livro dos Espelhos!

Os Augúrios em Lobisomem: O Apocalipse

19/10/2012

Assim como os lobos não apresentam todos o mesmo papel dentro de uma alcateia  os Garou apresentam múltiplos papéis dentro de sua sociedade, ajudando a mantê-la desde tempos imemoriais.

Os Augúrios representam um papel importante em Lobisomem: O Apocalipse.O Augúrio é a fase da lua sob a qual o Garou nasceu, e segundo os lobisomens, marca o novo Garou de forma extrema, significando muito mais que uma mera formalidade ou signo astrológico. Além de estar diretamente ligado à fúria, o Augúrio define sua função entre a Nação e, segundo se acredita, muito de sua personalidade.

O Augúrio é visto também como um fardo, já que se espera que o Garou siga o modelo e comportamento adequado a ele desde a sua entrada na Tribo. Alguns cedem à pressão, ou se encaixam bem em seu Augúrio, enquanto outros não se sentem à vontade com sua posição dentro da sociedade Garou, decidindo então renunciar a seu antigo Augúrio e escolher um novo através de um ritual. Isso é mal visto entre os Garou, já que vai contra a natureza e é extremamente rude com Luna, que graciosamente oferta seus presentes a seus sobrinhos.

Estar marcado por um Augúrio não significa, no entanto, não ter liberdade para agir conforme a própria vontade – há muitas formas de trabalhar por Gaia, e a maioria delas é muito mais sutil do que a primeira impressão.

Os Cinco Augúrios

Ragabash – Lua Nova: O Trapaceiro. A função do Ragabash é provocar, questionar as tradições e testar seus irmãos para que estejam fortes e sábios, sabendo o momento de lutar e o momento de pensar sem cometer a estupidez de se julgarem tão sábios a ponto de não compreender uma brincadeira.

 

 

Theurge – Lua Crescente: Vidente. O Theurge é o profeta, o encarregado de espiar a lua crescente e verificar em sua escuridão e sua meia luz os fios que tecem uma verdade muito maior. Pesquisadores das tradições ligadas aos espíritos, são os encarregados de cuidar de seus irmãos na Umbra, assim como curar as feridas de seus irmãos terrenos.

 

 

Filodox – Meia Lua: O Juiz. O Filodox tem a árdua tarefa de julgar as tradições e os outros Garou. Através de sua visão sábia e seu pulso firme, separam o joio do trigo e se asseguram de que a justiça seja feita, mediando todo e qualquer conflito.

 

 

 

Galliard – Lua Minguante: O Bardo. Aqueles que cantam e guardam as tradições, os Galliard são aqueles que entoam os cânticos de guerra e os hinos pelos caídos em batalha, deixando seu coração se inflar pela fúria e paixão de igual maneira.

 

 

 

Ahroun – Lua Cheia: O guerreiro. A lua é tão cheia quanto seu coração, tomado pela fúria. Corajosos e valorosos, são os guerreiros e guardiões, a ira de Gaia direcionada.

 

 

 

Resenhista: Emi
Revisora: Eva

Sobre Colaboração

Artigos publicados por leitores ou ex-autores do blog, que gentilmente colaboraram conosco ao longo dos anos. Artigos de opinião não necessariamente expressam a opinião das autoras do blog; traduções e resenhas têm suas informações checadas.

Ver mais artigos de