Drive Thru RPG

Nefandi Infernalistas – Mago: A Ascensão

12/01/2015

faustgoethe

Eles são movidos por um estranho desejo
Invisível ao olho humano.
Alguém está chamando.

The Carnival is Over – Dead Can Dance

Aviso: Este artigo é recomendado para maiores de 18 anos e pessoas maduras. Se você é sensível a temas Black Dog, não entende que RPG é fantasia e que o Clássico Mundo das Trevas é para mentes maduras, não continue lendo o texto – talvez não seja apropriado para você. Nefandi não são caras legais, não são heróis. Se você leva mesmo a sério alguma coisa escrita neste artigo, favor procurar um psiquiatra.

 

Hoje decidi dar uma voltinha – outra vez – com os Nefandi. Com toda a expectativa para o M20 e o material que deve sair após o lançamento do módulo básico, acredito que mais gente vai querer dar mais profundidade aos seus NPC ou (Gaia nos proteja) personagens verdadeiramente do mal. Portanto, a primeira facção nefândica que apresento em mais detalhes são os Infernalistas de Mago: A Ascensão.

Os Infernais

Os Nefandi Infernalistas1 são os mais bem organizados, os mais humanos e os menos obviamente Nefandi. Embora sua marca distintiva seja o fato de que todos venderam suas almas aos Senhores Demoníacos, se não admirável, ao menos sua lealdade é compreensível. Isso, em parte, é o que os torna tão perigosos.

Os Nefandi Infernais gostam de fazer negócios no mundo mortal. Eles se infiltram na sociedade, fazendo o seu melhor para subvertê-la por dentro ao invés de demoli-la por fora. Esse, afinal de contas, é o trabalho dos Senhores do Poço. Eles estão aqui simplesmente para preparar o caminho, o que até é fácil de ser feito, isso quando não estão fugindo de policiais e outros magos a cada cinco minutos.

A metafísica Nefândica Infernalista é a mais facilmente reconhecida pelos de fora. A posição desses Infernalistas é a de que os Senhores do Poço existem de fato, e clamam a Terra como seu domínio de direito. A decisão ponderada dos Nefandi é ajudá-los nesse esforço, rejeitar as reivindicações do Paraíso e quebrar os portões do Inferno, e, com sorte, conseguir um grande acordo de poder pessoal no processo. De todas as seitas Nefândicas, são os Irfernalistas que mais firmemente se apegam à ilusão de que têm algum controle da situação. Claro que os Senhores Demoníacos sabem disso e, impiedosamente, tiram vantagem do fato.

Em parte porque muitos deles já foram magos Herméticos e, em parte porque agindo dessa forma imitam seus mestres, Nefandi Infernalistas tendem a ser rigidamente hierárquicos. Status, tanto individual quanto relacionado a um Senhor Demoníaco em particular, têm um peso grande nos círculos Infernalistas. Muitos Nefandi voltam continuamente ao poço, barganhando mais e mais com seus mestres em troca de um pouco mais de ajuda para ganhar status. Infelizmente para os Nefandi, os Senhores Demoníacos ocasionalmente fazem o contrário e frequentemente conspiram para aumentar continuamente a aposta.

Compre o Book of Madness

Entretanto, quando estão lidando com o mundo externo, esses Nefandi são serenos, organizados e profissionais. De todas as seitas, eles têm a melhor taxa de sucesso de recrutamento de barabbi, em parte porque eles podem fazer ofertas concretas e mostrar provas dos benefícios de passar para o outro lado. Suas equipes de campo são precisas e bem treinadas e eles fazem questão de se preparar para cada contingência.

Muitos Nefandi  Infernalistas (embora isso não signifique todos) têm acordos complicados com seus suseranos demoníacos para a entrega de almas, vítimas e outras quinquilharias do tipo. Devido a esses acordos tenderem a ser regulares (“Sete vítimas a cada sete anos” é uma especificidade preferida), esses Nefandi podem se tornar previsíveis para aqueles que os observem com cuidado o bastante. Como resultado, caçadores de Nefandi habilidosos podem às vezes encurralar Infernalistas entre a cruz (a necessidade de sair em campo aberto para obter vítimas para o sacrifício) e a caldeirinha (o desagrado dos Senhores do Poço se suas exigências não forem atendidas).

Nefandi Infernalistas que não mantêm seus acordos com os Poderes Infernais estão em muitas dificuldades. Uma reprimenda sangrenta e desfiguradora é o melhor que se pode esperar, enquanto o pior é uma reintegração de posse imediata de suas almas. Assim sendo, os Nefandi destinados ao Inferno são muito cuidadosos ao manter seus mestres calmos, frequentemente ao ponto de fazer estoque de vítimas antecipadamente – por via das dúvidas.

Enquanto a ameaça de ser tragado pela barganha que fizeram assombra os Nefandi Infernalistas, no entanto, eles não têm escrúpulos de convocar rotineiramente entidades Infernais menores – demônios são particularmente os preferidos – para todos os tipos de tarefas. Alguns servem como instrutores, outros como guarda-costas ou tropas de choque. Alguns são chamados simplesmente para conferir se o mago em questão pode, de fato, fazê-lo. Como resultado, esses Caídos sentem-se em casa lidando com todos os tipos de monstruosidade e raramente são pegos de surpresa por qualquer coisa que encontrem.

Compre o Book of Madness Revised

A maior parte dos ritos e práticas dos Nefandi Infernalistas é formal e bem estruturada. Como suas Convocações dependem de uma obediência ao pé da letra à fórmula, os Nefandi são meticulosos, serios e estudiosos quando tratam de seus trabalhos. De certa forma, esses ritos Nefândicos são talhados como o estereótipo dos cultos Satânicos – mantos negros, cânticos e profanações de itens sagrados são comuns – mas eles são a origem de onde o estereótipo descende. Os de fora não são bem-vindos aos ritos dos Nefandi Infernalistas e invasores ou são forçados a testemunhar e depois são assassinados, ou são adicionados ao sacrifício da noite. Esses rituais acontecem regularmente, mas de modo complicado, e cada Nefandi Infernalista sabe o calendário de cor.

Ao contrário das duas outras seitas, os Nefandi Infernalistas têm muito pouco espírito de equipe. Eles são ferozmente competitivos entre si, disputando a atenção e o favor infernal. Assim sendo, eles às vezes tolhem um ao outro, uma atividade que é tacitamente tolerada pelos irascíveis Príncipes do Poço. Essa deslealdade, no entanto, desaparece quando uma ameaça externa aparece. Embora um Nefandi Infernalista possa brigar pela sua posição com outro, eles conhecem seu lugar de fala em relação ao resto do mundo.


1 – Acredito aqui haver um probleminha no original, onde consta “Infernalist Malfean” me parece mais que deveria ser “Infernalist Nefandi”, então optei por acertar na tradução – mas deixo a nota aqui porque, afinal, pode ser que eu esteja errada. Vamos ver o que sai de novo no material de 20 anos de Mago.


 

Você curte as coisas que eu publico no Livro dos Espelhos? Então peço para ajudar a garantir que o blog não saia do ar e continue sempre a ter artigos novos. Para isso, você pode contribuir doando o valor que achar melhor por aqui. Todo o trabalho feito aqui é voluntário, sai apenas do meu bolso, e tem sido cada vez mais complicado pagar por tudo sozinha.

Obrigada e até o próximo artigo!

Fonte: The Book of Madness Revised – Páginas 17 – 19
Imagem: Capa do álbum Faust – Gounod
Tradutora: Eva

Sobre Eva

Escritora, tradutora e revisora, bruxa feminista, maga da Dragão Brasil, Oráculo do Livro dos Espelhos e editora da Aster Editora.

Ver mais artigos de