Drive Thru RPG

Lasombra Antitribu – Vampiro: A Máscara

11/11/2012

Eu conheço Ysidro há seis séculos e conheci seu senhor antes dele. Você realmente acha que sabe melhor do que eu como será seu próximo ataque? Eu achei que não – você está dispensado.

Não existe uma antitribu Lasombra, pelo menos não de acordo com os próprios Lasombra. Os Lasombra do Sabá negam a existência de “traidores”, enquanto a chamada antitribo vê a si mesmo como Lasombra – nada mais, nada menos. Nem todos os Lasombra que não concordam com a postura do clã dentro do Sabá se unem à Camarilla – um percentual significativo desse número relativamente pequeno simplesmente vira independente, afastando-se totalmente da política vampírica. O restante, contudo, tenta obter posições de respeito e autoridade – se não proeminência – dentro da Camarilla.

Filosoficamente, os fundamentos dos Lasombra da Camarilla diferem em pouco dos de seus correlatos do Sabá. A antitribo ainda espera vencer a Jyhad; a diferença é que eles veem a Camarilla como uma ferramenta mais competente e eficaz do que o Sabá. A repugnância à ralé com a qual o Sabá se reveste demonstra claramente a posição dos Lasombra da Camarilla, que consideram a tática Sabá do Abraço em massa como imprevidente e insultosa. De fato, até mesmo os defensores da inclusão das antitribos na Camarilla veem estes vampiros como arrogantes, presunçosos e impacientes. Poucos permitem que subordinados tolos ou incompetentes vivam e a penalidade por fracassar em uma tarefa determinada por um Lasombra antitribu normalmente é a morte.

A posição ocupada por estes poucos membros exilados é bastante ambígua. De um lado, estes vampiros são Lasombra, o núcleo do temido Sabá, e nenhum vampiro da Camarilla nunca tem absoluta certeza de que o desertor é sincero. Por outro lado, essencialmente todos os Lasombra antitribu são criaturas de poder e presença indiscutíveis e se devotam à destruição do Sabá como poucos Membros. A Camarilla não pode dar-se ao luxo de desperdiçar os talentos, poderes e conhecimentos que estes Cainitas têm do inimigo – mas também não pode dar-se ao luxo de confiar inteiramente neles.

Apelido: Nenhum. A antitribo Lasombra não se expõe a este tipo de coisa. Não é enobrecedor.

Aparência: Os Lasombra antitribu sempre encontram uma maneira de parecer formal, qualquer que seja a circunstância. A maioria é de descendência ibérica ou moura, apesar de alguns dos mais recentemente Abraçados serem de herança cruzada. Os anciões da antitribo Lasombra preferem, sempre que possível, usar roupas apropriadas aos dias de sua juventude; em muitos casos isso pode variar de meias armaduras a mantos de um dos reis poetas dos taifas da Andaluzia. Os jovens Lasombra antitribu preferem ternos chamativos com requintes latinos, joias discretas e negros carros reluzentes que reflitam a riqueza e o poder de seus donos. Apesar de todos os Lasombra antitribu entenderem visceralmente a necessidade de manter um perfil discreto (pois os que não o fazem acabam virando cinzas), eles ainda insistem em enfrentar o mundo de acordo com seus próprios termos. Desistir de pequenas partes de sua identidade, como o modo preferido de se vestir é, de certa forma, submeter-se à vontade alheia – e estes Membros preferem morrer a submeter-se.

Compre o Guide to the Camarilla

Refúgio: A maioria dos Lasombra antitribu está constantemente de mudança, a melhor tática para evitar serem derrubados por seus antigos irmãos do Sabá. A maioria possui um ou dois apartamentos, preferivelmente em complexos protegidos no centro luxuoso da cidade que costumam ter sistemas de segurança modernos e estacionamentos cobertos. Os anciões antitribu preferem morar fora das cidades em grandes propriedades rurais, dispostos a arriscar-se com a potencial depredação Lupina em troca de alguma privacidade e isolamento dos conflitos noturnos.

Antecedentes: Os Lasombra antitribu são tão antigos quanto o próprio Sabá, o que significa que mais de um membro do clã concordou com a decisão de Montano de virar as costas para os companheiros de clã. Os Lasombra do Sabá sempre se esforçaram ao máximo para negar a existência da antitribu; a existência destes indivíduos nega as alegações de hegemonia do Sabá e dos Lasombra. Como resultado, os Lasombra antitribu são o primeiro alvo de qualquer bando Sabá em uma dada cidade. O mero rumor sobre a presença dos antitribu é suficiente para agitar os Lasombra Sabá locais em um frenesi homicida.

Existem dois tipos de Lasombra antitribu. A maioria (apesar de pequena em número) é mais velha que a própria Camarilla; eles são os Lasombra que se juntaram a Montano, virando as costas para o nascente Sabá. Alguns deles continuam tristes com a morte de Lasombra; outros simplesmente antipatizam com Gratiano e o seu grupo de aliados. Em ambos os casos, estes antigos desertores são poderosos, nobres e na maioria dos casos, amargos. Eles não têm utilidade para as novas gerações de vampiros e muito menos para o Sabá. Com uma chance e uma plateia receptiva, um Lasombra antitribu falaria eternamente sobre os velhos dias, dando aos seus ouvintes um fascinante retrato da época, dos reis e dos costumes há muito esquecidos – mas falará muito pouco sobre os Lasombra. (Nota: Quase todos os Lasombra desta safra são do sexo masculino; o costume de Abraçar mulheres só foi absorvido pela antitribo Lasombra muito recentemente.)

O outro tipo de Lasombra antitribu é jovem, ameaçadora e de uma geração notavelmente baixa para Cainitas tão recentemente introduzidos ao Sangue. A mais nova antitribu Lasombra é formada pelas crianças dos antigos e vingativos anciões, arrancados de sua mortalidade de acordo com os antigos costumes dos próprios Lasombra. Normalmente esses mortais estão prontos para serem capturados pelos membros locais do Sabá – particularmente pelos Lasombra – ou lembram o ancião Lasombra de alguém que ele conheceu séculos atrás.

Criação de Personagem: Os Lasombra antitribu têm uma tendência a Abraçar espécimes excepcionais, considerando o raciocínio rápido e o autocontrole como elementos essenciais de um Lasombra. Tendo isso em mente, os Atributos Sociais e Mentais vêm em primeiro e segundo lugar para os Lasombra antitribu, e os Talentos são mais importantes do que Perícias e Conhecimentos. A Geração talvez seja o antecedente de maior importância para um Lasombra antitribu; eles podem ser velhos ou progênitos de vampiros antigos.

Disciplinas: Dominação, Tenebrosidade, Potência

Fraquezas: Assim como seus primos do Sabá, os Lasombra antitribu têm um leve problema com espelhos e outras superfícies reflexivas. Os Lasombra antitribu não têm reflexo; eles não aparecem em espelhos, vidraças, poças d’água ou fotografias em preto e branco. Este empecilho torna fácil identificar os Lasombra antitribu por aqueles que estão procurando, mas vampiros sábios há muito tempo aprenderam a evitar situações em que tenham que comprometer-se deste modo. Além disso, uma vez que os Lasombra são tão ligados às sombras, recebem um nível adicional de dano quando expostos à luz do sol.

A última desvantagem que aflige os Lasombra antitribu (além da desconfiança vestiginal do restante da Camarilla) é o ódio intenso que os Lasombra do Sabá sustentam contra os seus irmãos perdidos. Um Lasombra antitribu sempre é o primeiro alvo de um bando Sabá e, supostamente, cidades inteiras da Camarilla já foram sitiadas para que um desgarrado particularmente persistente fosse capturado.

Organização: Os Lasombra antitribu criaram para si uma versão em miniatura dos Les Amies Noir, os famosos Amigos da Escuridão. Contudo, os membros da antitribu são tão escassos e suas reuniões tão infrequentes que a maioria destes vampiros não passa de um relacionamento básico entre senhor e criança. Nove em cada dez vezes não há nenhum outro membro antitribu por perto.

Quer ficar sabendo dos nossos artigos novos logo que forem publicados e ainda bater um papo rápido e constante com a gente? Nos siga no Twitter! Agora, se você quer ter acesso ao nosso resumo quinzenal e promoções exclusivas que devem rolar em breve, assina ai a nossa newsletter, basta inserir o seu e-mail e clicar em assinar ^_^

 

Fonte: Guia da Camarilla – páginas 58 e 59
Imagem: 1photos (editada no Fireworks)
Revisão: Eva

Sobre Eva

Escritora, tradutora e revisora, bruxa feminista, maga da Dragão Brasil, Oráculo do Livro dos Espelhos e editora da Aster Editora.

Ver mais artigos de