Drive Thru RPG

Dragões Clássicos no Mundo das Trevas

09/09/2012

Compre o Bygone Bestiary

Depois dos dois artigos falando sobre os dragões no Clássico Mundo das Trevas (que você pode ver aqui e aqui) e uma introdução ao uso de bestas mágicas no cenário (que você pode ver aqui), apresento pra vocês os dragões clássicos para, em campanhas de alta mágica (ou mágika), usar de NPC. Note que os dragões clássicos, aqui, não são os dragões elementais, chamados no cenário de Dragões Celestiais (e que pretendo trazer pra vocês no futuro), mas ainda assim possuem ligações com elementos, necessárias para alguns jogos da linha. Existem também alguns poderes e ataques novos, mas possuem nomes tão óbvios que não necessitam de grandes explicações.

Espero, depois de tanto tempo, não estar enferrujada na tradução de alguns termos, mas aceito sugestões nos comentários para aprimorar alguns nomes e termos, certo? No final de cada descrição, coloquei também as fichas dos dragões clássicos, para que vocês possam usar em suas mesas sem ficar discutindo regras.

Notem que, na apresentação das fichas dos tipos de dragões Clássicos, algumas características possuem mais de um nível. Isto se refere à idade do dragão em questão, se ele é um filhote, jovem, adulto ou ancião.

Todas as informações aqui contidas foram traduzidas e/ou adaptadas do livro The Bygone Bestiary.

Dragões Clássicos: Os Maiores Anciões

Os dragões clássicos, ainda que sejam bastante poderosos em seus próprios domínios, são muito menores que seus primos celestiais (os dragões clássicos tipicamente medem várias dúzias de metros em sua maturidade). Carnívoros e famintos, eles incorporam a fúria do Inferno ou do Paraíso, e ocasionalmente aparecem como agentes de uma enorme reação de Flagelo*. Ainda que inteligentes no sentido humano do termo, estes dragões percebem o mundo através de sentidos poderosos e séculos de experiência. Mesmo os mais jovens têm centenas de anos e podem se lembrar de quando as coisas eram bem diferentes – e muito mais simples. Estes “Clássicos” dragões incluem:

Drake

O drake tem um corpo fortemente blindado e serpentino que pode ser qualquer coisa, menos permeável a arcos ou espadas. Um cume afiado de espinhos corre ao longo de suas costas, e suas quatro pernas possuem garras cruéis. O drake tem membranosas asas de morcego e seu rabo termina em um ferrão venenoso. Uma língua bifurcada precipita-se para dentro e para fora de sua bocarra terrível – uma boca igualmente capaz de engolir uma presa inteira ou cuspir a morte pelo fogo. Os olhos deste dragão são luminosos e hipnóticos, capazes de mesmerizar ou enganar ao ponto da decepção conforme ele quiser.

Um habitante das montanhas de terras temperadas, o drake toda a fúria bruta e descontrolada da natureza. Nem especialmente sábio, nem muito reflexivo, ele é direto, agressivo e, muitas vezes, cheio de astúcia. Via de regra, os humanos o fascinam; em sua juventude, o drake sai do seu caminho para examiná-los. Talvez ele seja um drake de fogo, devorador de virgens e matador de cavaleiros. Talvez ele seja o bravo aliado de um feiticeiro, com freios para se cavalgar e devotado a seus amigos. Ele poderia fazer o papel de um colecionador de tesouros, isolado e ranzinza com sua arca de artefatos. Muito provavelmente, ele é tudo isso e muito mais. Drakes desempenham todos esses papéis em uma única vida, então junte-se à pilha de ossos na Ilha das Lamentações e volte para a Grande Roda de novo.

 

Dragão Clássico: Drake
Atributos
Físicos Sociais Mentais
Força 2 (filhote) / 6 (jovem) / 12 (adulto) / 12 (ancião) Carisma 2 (filhote) / 5 (jovem) / 5 (adulto) / 6 (ancião) Percepção 4
Destreza 5 (filhote) / 7 (jovem) / 10 (adulto) / 9 (ancião) Manipulação 2 (filhote) / 4 (jovem) / 8 (adulto) / 10 (ancião) Inteligência 2 (filhote) / 4 (jovem) / 6 (adulto) / 7 (ancião)
Vigor 3 (filhote) / 5 (jovem) / 10 (adulto) / 10 (ancião) Aparência 6 Raciocínio 5 (filhote) / 5 (jovem) / 6 (adulto / 7 (ancião)
Habilidades
Prontidão 4
Esportes 6
Consciência 2
Briga 5
Erudição – Bestas (Dragões) 4
Cultura 2
Intimidação 9
Caçada Selvagem 6
Elemento Metal (guerreiro temperamental)
Força de Vontade 8
Níveis de Vitalidade Ok x 7, -1 x 7, -3 x 5, -5 x 3, Incapacitado
Nível de Armadura 1 (filhote) / 3 (jovem) / 4 (adulto) / 4 (ancião)
Ataques/Poderes
Mordida ou Garra: Força + 3 dados
Ataque de cauda: Força + 2 dados
Sentidos Aguçados (1)
Aparência Alienígena (5)
Armadura (4)
Destemido (3)
Sopro Perigoso – fogo: 5 a 10 dados de dano agravado
Mesmerismo (6)
Antecedente – Vidas Passadas (4)
Tamanho (10)
Visão Espiritual
Antecedente – Tesouro (3)
Antecedente – Idade (3)

 Wyrm

O wyrm (ou, como alternativa, orm) reside em tocas em climas frios e se assemelha a uma serpente gigante ou enguia. Esta besta não tem asas e nem pernas – apenas sua cabeça draconiana, barbuda e com chifres, dá sinais exteriores de sua verdadeira natureza. Wyrms se sentem igualmente em casa nos lugares secretos da terra e nas profundezas do mar. Agressivo e rancoroso, um wyrm pode atacar com suas presas mortais ou apertar num abraço constritor. O sangue de um wyrm é um ácido virulento e tóxico, capaz de corroer  através das mais fortes armaduras e matar com um toque. De todos os dragões, os wyrms são, de longe, os menos educados e mais maliciosos. Eles não querem nada com os seres humanos e sua raça, exceto talvez para saborear às vezes quando os escolhem para ser sua refeição.

 

Dragão Clássico: Wyrm
Atributos
Físicos Sociais Mentais
Força 1 (filhote) / 5 (jovem) / 13 (adulto) / 12 (ancião) Carisma 2 (filhote) / 2 (jovem) / 1 (adulto) / 1 (ancião) Percepção 3 (filhote) / 6 (jovem) / 7 (adulto) / 7 (ancião)
Destreza 4 (filhote) / 8 (jovem) / 11 (adulto) / 10 (ancião) Manipulação 3 Inteligência 3 (filhote) / 4 (jovem) / 6 (adulto) / 6 (ancião)
Vigor 2 (filhote) / 6 (jovem) / 10 (adulto) / 9 (ancião) Aparência 4 Raciocínio 6
Habilidades
Prontidão 5
Esportes 4
Consciência 3
Briga 5
Esquiva 2
Intimidação 7
Caçada Selvagem 6
Elemento Água (grosseiro destrutivo)
Força de Vontade 7
Níveis de Vitalidade Ok x 5, -1 x 6, -3 x 2, -5 x 2, Incapacitado
Nível de Armadura 1 (filhote) / 3 (jovem) / 3 (adulto) / 3 (ancião)
Ataques/Poderes
Mordida: Força + 3 dados
Constrição: 8 dados
Sentidos Aguçados (1)
Aparência Alienígena (5)
Armadura (3)
Toque Elemental (15)
Destemido (3)
Flexível
Mesmerismo (6)
Sem Membros Ágeis
Tamanho (10)
Veneno – ácido: 3 Níveis de Vitalidade de dano agravado por turno de contato
Sopro de Água (5)
Antecedente – Idade (3)

 

Wyvern

O wyvern é uma serpente anelada, alada, cujos campos de caça vão desde os alcances muito ao norte da Europa até todo o caminho da Grécia e da Etiópia. Embora ele seja um animal enorme – 15 metros ou mais do focinho até a caída – as características do wyvern são como as de um pássaro, incluindo um único par de pernas que apresentam garras de águia. Entre a raça dos dragões, estas bestas são consideradas as menos inteligentes (uma das táticas favoritas dos wyvern envolve tomar posição na margem de um rio com a boca aberta, a fim de emborcar presas incautas). Embora um wyvern não hesite em comer os humanos, seu prato preferido é carne de elefante. Contos falam de batalhas ferozes entre elefantes machos, mas é raro um que possa vencer um dragão.

 

Dragão Clássico: Wyvern
Atributos
Físicos Sociais Mentais
Força 1 (filhote) / 5 (jovem) / 9 (adulto) / 9 (ancião) Carisma 3 Percepção 2 (filhote) / 3 (jovem) / 3 (adulto) / 4 (ancião)
Destreza 3 (filhote) / 5 (jovem) / 9 (adulto) /9 Manipulação 2 Inteligência 2
Vigor 2 (filhote) / 5 (jovem) / 6 (adulto) / 7 (ancião) Aparência 3 (filhote) / 4 (jovem) / 5 (adulto) / 8 (ancião) Raciocínio 4
Habilidades
Prontidão 2
Esportes 5
Briga 6
Voo 5
Intimidação 6
Caçada Selvagem 4
Elemento Ar (cabeça-de-vento volúvel)
Força de Vontade 6
Níveis de Vitalidade Ok x 5, -1 x 5, -3 x 3, -5 x 3, Incapacitado
Nível de Armadura 4
Ataques/Poderes
Mordida ou Garra: Força + 3 dados
Sentidos Aguçados (1)
Aparência Alienígena (5)
Antecedente – Arcanum (1)
Armadura (4)
Fome Bizarra (1 – carne de elefante)
Destemido (3)
Instinto Rastreador (2)
Mesmerismo (3)
Visão Noturna
Ofensivo a Animais: um teste bem-sucedido de Percepção+Prontidão para perceber a presença de um wyvern predador causa um estouro na manada de elefantes
Tamanho (10)
Ponto Fraco (sob as escamas, onde o pescoço de um wyvern encontra a junta das asas)
Asas (5)

 

* Nota da tradutora: flagelo é como se dá a manifestação daquilo que, na Era Moderna, se chama de Paradoxo. O choque de retorno recebe o nome de Flagelo durante o período coberto pelo livro Mago: A Cruzada dos Feiticeiros. É, entretanto, diferente do Paradoxo, já que seus efeitos são absolutamente mais imprevisíveis. Consultar o livro para mais informações (ou aguardar um post futuro :)

Próximo Artigo: Dragões Elementais no Mundo das Trevas >

Fonte: The Bygone Bestiary
Tradutora: Eva

Sobre Eva

Tradutora, revisora, escritora e sonhadora. Anarcafeminista em constante estado de amor e horror com o mundo. Editora no Livro dos Espelhos.

Ver mais artigos de