Drive Thru RPG

Baruti

12/03/2012

Nomes: Contadores de histórias, andarilhos, mentirosos (pejorativo).

Os Baruti tem uma origem extremamente antiga e, segundo esses contadores de histórias, que remonta desde a época em que o mundo era achatado e a Película ainda não existia. Os Baruti sempre foram aqueles que criavam a mágika e contavam histórias, contos de passados e lugares distantes com qualquer um que quisesse ouvir. Conforme o mundo foi mudando, os Baruti tentaram manter as histórias e o conhecimento dessa Era vivos. Conforme o tempo foi passando, essa sede de manter o conhecimento vivo foi se expandindo para o conhecimento de outros lugares, outras pessoas…

Compre o Tradition Book Dreamspeakers First Edition

Eles caminham pelo mundo acumulando o conhecimento dos povos, e quando se encontram, dividem essas histórias uns com os outros. Barutis costumam viajar para aprender, geralmente sozinhos, ou muito raramente levando consigo apenas um companheiro ou aprendiz. A cada período de doze anos a maioria dos Baruti faz uma jornada através da Película até sua imensa biblioteca umbral, onde dividem suas histórias e registram seu conhecimento, através de espíritos mnemônicos contidos nessa biblioteca.

Com a Era da Razão, invasões por povos estrangeiros e assimilações de outras culturas, mudanças ambientais e conflitos internos, genocídios e horrores dessa Era resultaram em muito conhecimento perdido de forma frenética, fazendo com que esses contadores de história contatassem os espíritos dos mortos em busca dessa informação que seria perdida.  Havia o temor de que mesmo assim, apenas uma parcela de todas as histórias poderia ser recuperada.

A Ordem da Razão passou a perseguir os Baruti, muitas vezes abordando os contadores de história e andarilhos, matando-os e alegando que eram dissidentes ou anarquistas. Muitos Baruti tentaram resistir e lutar, formando resistências, o que quase sempre acabava de forma trágica para os Baruti. Muitos se retiraram para comunidades mais isoladas, onde sua permanência fosse mais segura, aprendendo o que ainda pudessem para que fosse repassado adiante.

Compre o Tradition Book Dreamspeakers Revised

O advento do rádio e das comunicações de massa foi um golpe duro para os Baruti – mas também o começo da mudança na forma como alguns passavam suas histórias adiante. Muitos começaram a escrever seus contos, se tornando novelistas, antropologistas, e mesmo escritores de histórias em quadrinhos. Alguns passaram a se aventurar mesmo na internet, podendo disseminar seu conhecimento ao redor do globo. Apesar do esforço da Tecnocracia, as antigas histórias continuaram a ser contadas.

Fonte: Tradition Book Dreamspeakers
Resenha: Emi
Revisão: Eva

Sobre Colaboração

Artigos publicados por leitores ou ex-autores do blog, que gentilmente colaboraram conosco ao longo dos anos. Artigos de opinião não necessariamente expressam a opinião das autoras do blog; traduções e resenhas têm suas informações checadas.

Ver mais artigos de